Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

A data de nascimento da baby ML está prevista para finais de Julho. A imensidão de contracções que tenhom sentido fazem-me temer o pior - um parto prematuro. Não é dramático, mas preferia que a princesa se aguentasse dentro de mim por mais umas boas semaninhas.

Confesso que tenho algum receio do parto, mas muito mais do pós-parto. Tenho receio que o parto não corra pelo melhor, de uma perda despropositada de sangue e de tanta coisa que pode correr mal nestas situações. Mas não é este receio que me preenche o pensamento e me faz passar umas horas acordada. O que vai acontecer ao meu corpo nos primeiros dias após o parto? Precisarei de levar pontos, muitos? A higiente como será? Esta parte assusta-me horrores. Já para não falar da criança, estarei à altura? Conseguirei amamentar? Estarei acordada sempre que precisar?

Neste momento sinto-me um pouco egoísta, ouço imensos papás com idade semelhante de gestação a desejar ter os pimpolhos nos braços, a começar uma vida a três. Por enquanto não desejo isso. Fico muito feliz por seguir o crescimento da baby através de ecos, mas quero ainda aproveitar os últimos tempos de gravidez. O sossego, dormir algumas horas de seguida, não pensar no emprego que se encontra em suspenso, e tentar namorar um bocadinho. Gostava de ainda ter mais umas semaninhas para apreciar este estado de graça, dar atenção a quem me rodeia, principalmente ao namorado, e para lhe dar o tempo que ele precisa para ele próprio (parece que hoje precisa de algum, diz que as hormonas me estão a afectar; eu não acho, mas pronto, dou o braço a torcer :p).