Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

Não faço ideia de onde surgiu este termo, compreendo, não o adoro (mas sinceramente também não me ocorre nada muito melhor). Se fizermos uma pesquisa no google com essas mesmas palavras, aparecem uma série de links com conselhos e dicas para os ditos pais de primeira viagem. Por muito que percamos horas dos nossos dias a ler a imensidão de sugestões que há nesta área, nunca deixaremos de ser pais de primeira viagem, com todas as preocupações a ela associadas. A bebé está a mexer-se? Ontem mexeu mais.. Hoje parece pouco. Hospital? Urgência? Tenho alguma comichão, será que é infecção? Se calhar é da minha cabeça, vamos deixar passar mais algum tempo. Mas.. é tão perigoso, urgência? Dói-me a zona abdominal, mas é uma dor fraquinha, se calhar não é nada e daqui a pouco passa. Mas..... e se for alguma coisa e devamos agir já? Urgência?

Pois que isto são só algumas coisinhas que acredito passem pela cabeça de todos os pais de primeira viagem, acredito que na segunda, terceira, a descontracção reine, a urgência começa a ser relativa, a gravidez é mais serena. Ainda assim, não me posso queixar. A minha gravidez tem sido tão pacífica, que só desejo que continue assim até perto das 40 semanas. Desejo mesmo. Do fundo do coração.