Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

nascemos_e_jamais_morreremos_20141120_pd.jpg

O livro desta semana é uma lição de vida extraordinária. Não sou uma pessoa com uma fé inabalável, a minha fé, a crença em Deus é aliás bastante fraca, mas eu gostaria que fosse reforçada. Respeito a minha e todas as outras religiões, mas prefiro sempre não pensar muito nem falar sobre este tema. Acredito que as pessoas com uma fé forte são mais felizes, aceitam o que a vida lhes dá com uma calma e uma serenidade que quem não partilha dessa fé não encontra. 

Nascemos e Jamais Morreremos retrata a vida de Chiara Petrillo, uma jovem que deu à luz dois filhos que sabia não viveriam mais do que uma hora, para logo de seguida partirem deste mundo. Apesar do desacordo dos médicos em prosseguir com as gravidezes, Chiara acreditou que o seu papel de mãe era trazer essas crianças ao mundo, baptizá-las e deixá-las seguir o seu caminho.

Grávida do terceiro filho descobre que tem um cancro. Adia tratamentos para poder ter uma criança saudável. Este livro mostra-nos a atitude de Chiara durante todo este caminho. Sinuoso para muitos, Chiara começa por perguntar porquê ela, mas a dada altura, deixa de tentar perceber e aceita. Aceita que este é o caminho que Deus quer que ela trilhe. Aceita os dois primeiros filhos como bênçãos, aceita a doença. Durante os tratamentos, no hospital, dá força a todos os pacientes com quem se cruza. À família pede que a acompanhe até ao fim, mas sempre com um sorriso na cara, porque o que não suportaria seria a sua tristeza. Aceita tudo, até ao fim. Não questiona, não tenta perceber. Transmite paz, coragem e alegria a quem a rodeia.

Recomendo este livro a qualquer pessoa, independentemente da sua fé, da sua religião, de ser ateu ou agnóstico. Uma prova de vida com uma beleza extraordinária.