Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

Acho demasiado cedo considerar um bebé obeso aos 19 meses e meio, mas eu nada percebo desses assuntos, portanto não vou aprofundar o tema. Pequena princesa teve ontem a consulta dos 18 meses (apesar de estar quase com 20 meses). Está óptima em todos os aspectos, desenvolvimento top, fala imenso, já conta, reconhece os números, e é um amorzinho. Distribui beijinhos e miminhos pelas pessoas que lhe são mais próximas (sim, continua a odiar estranhos que respiram perto dela), não consegue ainda concentrar-se algum tempo numa brincadeira, mas isso nunca foi o forte dela. Deve continuar a ser seguida pelo otorrino e, se a constipação atual não descambar, só voltamos à consulta aos dois anos. Yeyy. A pequena está cheia de expectoração, mas começámos a fazer aerossóis com Atroven e está a melhorar. Ainda assim, a pediatra não ficou completamente descansada com a auscultação. A ver como corre. Pelo menos não fez mais febre (andou a fazer febre ligeira durante quase uma semana, antes do Atrovent).

Como fez alergia ao kiwi, fomos aconselhados a levar a princesa a uma alergologista e a fazer teste a alergias alimentares.

Continuar com cremes para pele atópica, apesar das melhorias significativas dos últimos meses.

Tem 79 cm e pesa 12,350 kg. Percentil 15 altura, percentil 85 peso. Como sempre. Mas agora é uma preocupação e temos que ter atenção ao que a pipoca come. Nada de bolachas. Reduzir o leite. Muita sopa e menos prato principal. Ora bem, na presente semana, e hoje é quinta-feira, a princesa comeu o prato principal uma vez. Nem fruta quis a seguir. Só sopa. Mas, e há sempre um mas, vamos ter que falar com a direção da creche e talvez começar a levar algumas comidinhas da princesa preparadas. Duas vezes por semana há papa ao lanche. Não, não são papas boas como as que fazemos em casa. São papas da Nutribén. Há bolachas maria no reforço da manhã (intercala com fruta). A minha questão, no meio disto, é a seguinte - como explico à pipoca, que no alto dos seus quase 20 meses, deve comer fruta e não bolacha, quando os amiguinhos estão todos a comer bolacha? Vamos voltar às mini panquecas, pode ser que resulte! Ao fim-de-semana comemos panquecas e ela adora.

As birras, que já começaram levemente, vão aparecer em força. Os limites terão de ser impostos, as regras claras. Sem cedências áqueles olhinhos maravilhosos e ao beicinho. Os limites já andam a ser testados - pequena princesa testa especialmente o pai nas suas marotices - fica olhos nos olhos com ele e continua a tentar fazer aquilo que a aconselhámos a não fazer. A auto-regulação é fundamental, assim como aprender a lidar com a frustração. O cérebro de um bebé é uma coisa maravilhosa e o impacto das nossas acções na construção da sua personalidade não é de desvalorizar.

A princesa chorou a consulta quase toda. A partir do momento em que teve que se despir para ser auscultada, pesada, medida, foi o descalabro. Passou rápido, assim que saímos do consultório. De acordo com a pediatra, a partir dos três anos estas consultas serão menos "emotivas" para a bebé.