Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Life in Pink

Life in Pink

É o que sinto por ti, minha querida filha. Ando sem vontade de escrever, deixo os dias passarem por mim sem grande motivação, excepto quando estou contigo. És uma parte importantíssima de mim, do meu dia, mas chegará o tempo em que perceberás que falta mais qualquer coisa para uma pessoa se sentir completa. Adiante, isso para nada aqui é chamado. Estás a crescer rápido. Até passarem os primeiros meses, o tempo parecia não querer andar, eram só desafios novos e uma bebé altamente desafiante. A partir do momento em que começaste a descansar melhor, a chorar um pouco menos (ainda abusas um bocado nesta parte, não é preciso chorar tanto, por tudo e por nada!), o tempo começou a fluir. Agora, com quase um ano e meio, o tempo voa e tu cresces todos os dias imenso, e nós crescemos contigo. O nosso amor por ti cresce contigo. E é tão bonito :) O teu pai impõe-te mais limites do que eu, e ainda bem que assim é, caso contrário andavas sem perceber até onde poderias levar as tuas ondas de drama queen! Fazes muitas birrinhas. Choras, choras, choras, e assim que percebes que não vale a pena, o choro desaparece. Também choras muito sentido quando por vezes não te fazemos a vontade, mas passa rápido. Gostas de companhia, de dançar, dos teus peluches, dos teus livros. Gostas de bolacha (temos que trabalhar um bocadinho nisto, a ver se comes mais fruta em vez de bolacha), gostas de roubar uma colher do pequeno almoço do pai (sim, o pai come nestum todos os dias). Gostas que me sente no teu tapete com as pernas cruzadas, de modo a que te possas sentar por cima com uma quantidade aceitável de peluches, a cantar o atirei o pau ao gato. Gostas de brincar em casa. Gostas de sair de casa e andar no carrinho. Sorris com os teus 12 dentinhos maravilhosos, num sorriso que nos aquece o coração. Quando tens muito sono deitas-te no chão. Por vezes fazes birrinhas e nós sabemos instantaneamente que passou a hora de ir para a cama. Que não estávamos atentos (ou pura e simplesmente não tivemos tempo, entre chegar da creche, banho, jantar e cama). És a nossa bebé. A nossa menina. És um amor. És o nosso amor.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.