Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Life in Pink

Life in Pink

Confesso que já não recordava disto, mas agora que vem um mano a caminho, é sempre bom lembrar o que nos espera. Pequena princesa tem desde os sete meses uma debilidade - otites. As últimas que fez envolveram um pouco de choro, sem febre, mas nada de noites interrompidas nem grande sentimento de doença. Até que ontem, por volta da meia-noite, começa a choradeira. Aquele choro que percebemos não ser de birra, mas de dor. Felizmente já está numa fase em que fala e se percebe bem o que tem. Referiu-nos, no meio do choro e desespero, dói o ouvido. Nada de desconfianças, é uma situação normal nela, vamos medicar. Iburon, mas continuava chorosa. Levei-a para a minha cama. Algum choro antes de adormecer os todos e nem 4 horas tinham passado começa de novo a choradeira e o queixume com dor de ouvido. Senhor pai a duvidar da dor e a achar que pequena princesa queria era a cama dos papás. Mas aquele choro, o choro de dor é inconfundível. Uma dose de benuron, algum mimo, e acalmou. De manhã, aparentemente bem. Agora, pouco depois das 14h ouvido começa a supurar. Teremos que ir ao hospital para receitar em antibiótico e o mais que considerarem necessário (gotas para nariz/ouvido). As noites com crianças doentes são desafiantes, tinha uma vaga lembrança desse facto, hoje avibou-se! O difícil não é passar a noite, é levantar de manhã e aguentar o dia seguinte! Boa sorte para nós e para todos nesta situação 😊

Prometi que voltava, mas a preguiça para escrever tem sido imensa. Tanta coisa para reportar, mas uma preguiça sem igual. 

Pequena princesa está maravilhosa. Do alto dos seus três anos já é crescida para tudo e um par de botas. Deixou a xuxa, por desejo de senhor seu pai, um dia antes de fazer três anos. Partiu-se-me o coração, houve dois diazitos menos bons, mas efetivamente os miúdos adaptam-se lindamente e nós por vezes é que os limitamos (por acharmos que é o melhor para eles, mas ainda assim..). Continua a princesa tímida de sempre, a comer bem, a ser chatinha para dormir, a ser um amor! Sabe manipular a mãe como ninguém quando quer algo ou faz asneira, vira-me um sorriso que desfaz o meu coração de manteiga. As birras nesta fase também são bastante distintas das dos 2 anos. Não começaram a ser mais refinadas aos 3,claro,mas começaram já na reta final dos 2 aninhos. Envolvem berros que não passam em 2 segundos como anteriormente e choro falso, que desvanece assim que percebe que não vai ter sorte. Pequena princesa está linda e maravilhosa e esta fase é óptima! As saídas dos miúdos são realmente extraordinárias e a mimoquice da princesa enche-me o coração. Preocupa-me a sensibilidade excessiva, mas está em nós pais o poder e a responsabilidade de a educar no melhor sentido, de a dotar de ferramentas que lhe permitam lidar com este feitio especial e as adversidades da vida. Gira que se farta, a minha princesa.