Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Life in Pink

Life in Pink

Pequena princesa acordou hoje, no meio dos papás, inclina-se para mim e dá-me um beijinho. Foi só amoroso :) Tentamos incutir-lhe que assim que acorda e está com alguém, deve dizer bom dia e dar um beijinho. Aquele gesto sem lhe dar qualquer indicação foi altamente aquecedor de coração.

Sim, estava na nossa cama. Na segunda semana de escola do ano letivo em curso, eis senão que apanhou uma virose. Uma semana em casa. Ainda a recompor-se, apareceu uma otite. Quando um bebé adoece, o sarilho está, maioritariamente, nas noites. Para evitar um cataclismo, e para que no dia seguinte conseguíssemos reunir condições para trabalhar e tomar conta da pequena, ela começou a dormir connosco. Neste momento, adormece na caminha dela, mas a maior parte das noites, lá para as 4h, passa para a nossa cama. Sem stress, dormimos todos, que é o mais importante.

Está tão mega fofa a princesa!

Falta de tempo, não saber bem o que escrever, uma confluência de circunstâncias me tem mantida afastada deste espaço. Mas isso não significa que pequena princesa não se desenvolva a olhos vistos. É tão boa esta fase dos dois anos. Tão maravilhoso vê-los crescer, ensiná-los a lidar com frustrações, aprender a olhar o mundo e apreendê-lo.

Há birras, sim, mas contornam-se com muita calma.

Há choro, frustrações da bebé (não tem a mínima paciência quando as coisas não lhe correm de feição - e não correr bem pode ser somente não conseguir vestir as calças bem, o carrinho dos bebés empancar e ela não perceber porquê), que tentamos controlar e ensinar a lidar com elas.

Há um mundo de vocabulário novo a adquirir.

Há os típicos (sempre amorosos) - eu vaio (eu vou), eu sabo (eu sei), etc. A mamã e o papá vão pagaiar (trabalhar). A mimi (minie) vai para a escola.

Há muitas festinhas, muito amor, muita risota. A vida a acontecer, a felicidade nos pequenos gestos, o sorriso fácil para os papás. Há amor. E muito para aprender, tanto a pequena princesa, como os papás.