Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Life in Pink

Life in Pink

love.jpg

 10 anos de nós mereceu um fim-de-semana a 3. Tempo só para nós e a princesa, tempo que dedicámos exclusivamente à família que construímos. Hotel reservado e aí fomos nós. Primeira manhã na piscina interior (óptima) constituiu um drama para pequena princesa. Diz que gosta de saltar em poças e encharcar-se toda, já enfiar-se numa piscina foi uma batalha (perdida na primeira manhã, ganha na segunda, a custo). Hotel muito simpático, a pouco mais de uma hora de Lisboa, visita a mosteiros, praias, almoços e jantares fora, pequeno-almoço de Hotel (somos um pouco fanáticos neste ponto, adoramos mesmo - pequena princesa comeu iogurte e corn flakes, ainda não percebe o potencial da coisa), mimo e mais mimo.

10 anos que começaram com uma paixão desenfreada, a nossa história de conto de princesas. Durante anos, e reafirmo - anos - não discutimos (hoje pergunto-me como!). Continuamos a não discutir muito, mas com a idade (tenho que culpar alguma coisa), refilamos bastante. O facto de termos posições diferentes em relação à educação da pipoca não ajuda - mãe coração de manteiga, pai tem que impor alguma autoridade. O que nos uniu, aquela paixão que tantas borboletas nos criou na barriga, deu lugar a um amor maravilhoso. A respeito. A carinho. Preocupação. Orgulho. A querer construir um caminho juntos, sempre de mãos dadas. A uma princesa! Defeitos e feitios à parte, o que nos une é enorme. Porque é isso que é o amor. Um carinho imenso pela pessoa que escolhemos para caminhar connosco. O seu sorriso. A sua palavra amiga. O seu apoio, sempre. O querer mimar.

10 anos de nós passaram. A caminho dos próximos 10, seguimos.

Último fim-de-semana de Maio. Reservamos Hotel, vamos passar fim-de-semana fora. São Pedro boicota-nos o fim-de-semana. Diz que chove. Hoje, amanhã, depois. Pessoa que vai de fim-de-semana já abriu hoje o IPMA para lá de 500 vezes. São Pedro continua a achar que nos deve submeter a provação de sol. Pois que é isto.

Pequena princesa, do alto dos seus 22 meses, começou a dizer corretamente chucha, chão e tudo começado pelo dígrafo ch. Antes dizia estas palavras começadas por C - cão (chão), cuca (chucha). É tão giro observar esta evolução em tudo o que se passa com pequena princesa. <3 Ficamos felizes com coisas que para nós são tão pequeninas (e ainda assim ficamos mesmo muito felizes!) e para eles tão grandes!

Chegámos aos 22 meses. Esta fase é só maravilhosa. Eu pensava que ia gostar da fase inicial, enquanto a pipoca era muito bebézinha. Pequeno pai pensava que ia gostar de quando ela fosse mais crescidinha. Eu estou a adorar esta fase, o início foi demasiado conturbado. Pequeno pai lidou lindamente com o início. Só com uma criança nos braços perdemos todos os juízos preconcebidos que acreditávamos verdadeiros. Posto isto, vamos lá ao resumo.

Soninhos - está uma chata a pipoca. Gira que se farta, muito engraçada, mas a acordar demasiado cedo para beber leitinho e depois a demorar uma eternidade para dormir mais meia hora. Vai para a cama por volta das 20h30 (às vezes esticamos um pouco mais, mas nunca dorme mais por causa disso.. :p) e acorda entre as 5h e as 6h para leitinho. Depois voltar a adormecer é um filme e às 7h e pouco já só quer andar aos saltos. Sesta pós almoço continua a ser de aproximadamente 2 horas. Dorme por volta das 12h até 14h (13h-15h ao fim-de-semana, quando não adormece antes). Passámos o último fim-de-semana fora. A sesta da pipoca foi em viagem. Às 14h estava tão cansada que quis ir para a cadeirinha do carro e adormeceu. Com o carro parado. Com pessoas a falar.

Comida - drama, horror, tragédia. Continua a ser boa boca para tudo o que não envolva legumes. Não tem sempre o mesmo apetite e muitas vezes não faz uma refeição decente. Ora rejeita a sopa. Ora rejeita o prato principal. Uma chatice. Num dia come tudo muito bem, no dia seguinte decide que não quer comer. 5h/6h da manhã bebe 180ml de leite. 7h/8h come um iogurte (com linhaça a ver se intestino funciona). Meio da manhã na creche come maça (é a única fruta que dão às crianças). Almoço e jantar - sopa, prato e fruta. Ora bem, faço sopas novas de dois em dois dias. Há sopas que pequena princesa nem prova, pois decide que não está para aí virada, e quando não quer, não há forma de lhe dar a sopa. O mesmo para o prato principal.

Fala - está o máximo! repete tudo e já começa a conseguir proferir alguns sons que anteriormente não saíam. Repete mesmo tudo o que lhe dissermos e agora sim é muito chinesinha, há muitas coisas que não se percebem.

Brincar - já se entretém uns minutinhos sozinha, nada de extraordinário. Legos é para esquecer. Vê os livrinhos. Despe os bebés. Veste os bebés. Adora o parque, todos os dias depois da creche passamos lá um bocadinho. Não empresta os brinquedos dela a outros meninos. Faz birra se alguém lhos tira. Adora subir e descer escadas, está a começar a dominar a coisa. Quer sempre fazê-lo sozinha, está uma crescida.

Higiene - odeia entrar no banho, depois não quer sair de lá. A pele atópica, agora com o calor a apertar, começa a ficar cheia de pequenas manchas e feridas. Gosta de lavar os dentes (comer a pasta dos dentes). Continua a adorar toalhitas. Assoa-se muito bem.

Creche - o drama, o horror, a tragédia. Chora imenso para ficar. Mas mesmo muito. Têm-me mandado fotos todos os dias, passados uns minutos, para ficar descansada. Depois fica bem durante o dia.

Socialização - same old, same old. Pessoas no geral, blargh, bebés até metem piada. Se falarem com ela, vira a cara, esconde-se. Com quem conhece, um amor, é só beijinhos e miminhos. Se alguém tem um doi-doi, beijinho e miminhos. Dá beijinhos às fotos das pessoas. Aos livros. Aos bebés. Os vizinhos têm um tapete novo, com mochos, já ia toda supimpa dar-lhe beijinhos quando foi advertida de que não o deveria fazer, pois está sujo :p

 

FB.jpg

A bem das vossas carteiras, por favor não vejam a coleção de SS18 da Lanidor. É só a coisa mais amorosa de sempre. Estão a ver o fato de banho da imagem? Pois tem chapéu, toalha e até alpercatas a condizer. Fora toda a restante coleção que poderia ir morar para o armário da princesa, que não ficaríamos muito zangadas com a usurpação do espaço.

Depois de 5 dias de virose, pequena princesa perdeu a barriguinha e está prontíssima para o verão! No final do mês estreamos a época balnear com um fim-de-semana de muito descanso para os três (assim esperamos, dentro do possível, porque descanso com uma piolha elétrica é sempre relativo). Piscina e mais piscina, passeio e muito namoro entre os três, será este o programa das festas! Vamos também tentar perceber se a aversão à areia da praia está este ano mais atenuada.

Lamento, senhores defensores de colo a mais faz mal. Colo a mais não pode fazer mal. Fazer os nossos bebés sentirem-se amados e seguros jamais poderá fazer mal. Posto isto, e tendo em conta que a pequenina doente fica mais mimocas, como não aproveitar e dar todo o colo que ela pedia? E adormecê-la ao colo, quando a febre teimava em não baixar? Sentir a sua respiração, o seu corpo colado ao meu peito. Sim papá da princesa, lamento muito, adormeci-a sempre ao colo para a sesta da tarde (vocês não percebem, mas o homem azucrina-me a cabeça por não deitar a bebé antes dela adormecer). Em minha defesa, a miúda adormeceu sempre em menos de 5 minutos. Bastavam dois minutinhos a cantar e lá estava aquela respiração mais pesada. Pequena princesa tem quase dois anos. Não vai ser possível adormecê-la no meu colo muito mais tempo. Portanto, há que aproveitar :)

Estamos fechadas em casa há 5 dias. Ainda ficamos mais um, que a febre teima em dar tréguas  A princesa tem andado mega bem disposta, tendo em conta as circunstâncias. Sábado passado íamos ficar sozinhas em casa e esta mãe tinha planeada uma manhã de compras! Pequena princesa acordou as 6h15 (ninguém merece) e até as 8 da manhã vimos sites de Zara, h&m, mango e afins (sim, os€não abundam). Decididas algumas das coisas a comprar, até porque o calor estava para chegar, comecei a estranhar as orelhas tão vermelhuscas. Roupa a mais, pensei. Tirei-lhe uma camisola e continuou vermelhusca. Comecei a achar demasiado quente, apesar de extremamente bem disposta. Termómetro. 39,5. OK, febre. Mudança de planos ficamos em casa. Continuou a fazer febre o fim-de-semana inteiro, sempre com boa disposição quando a febre não roçava os 40. Na segunda decidimos ir à pediatra. Diz que tem uma virose da família de mãos pés e boca, mas só afecta as mãos. São umas manchinhas tão mini, que nos assumimos que fosse do calor. Mais um dia de reclusão e volta à escola. É um pouco anti tudo voltar à escola numa sexta, mas paciência, que estamos a precisar de apanhar ar.

Esta uma bem disposta, fofa, gira que se farta.