Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Life in Pink

Life in Pink

Paes.jpg

Sábado de muita chuva, passado entre mantas e filmes. A meio da tarde lembrámo-nos de ir fazer uns pãezinhos caseiros, e ficaram maravilhosos!! Nada melhor que pão acabadinho de fazer para um lanche num dia mega chuvoso!

Domingo com algumas abertas e visita a amiguinhos do coração. Fim-de-semana bom, com tempo para podermos demonstrar a quem nos rodeia o quanto são importantes para nós.

Semana 29. A barriga começou a crescer para o lado. O peito começou a crescer (ainda mais!!) para os lados. Estou a dormir bem melhor do que em muitas noites do primeiro e segundo trimestres. Dores de costas abrandaram. Contracções começam a ser sentidas. Medo de parto prematuro, muito medo, mas está tudo a correr bem. Namoradinho continua a ser um fofo e a ajudar nas tarefas caseiras. Custa-me um bocado que sobrem para ele, uma vez que passo a semana em casa. Mas efetivamente há esforços que não devem ser feitos, e uma coisa tão simples como lavar o chão exige algum esforço que incomoda. É só chato :/ Os namorados/maridos/companheiros também deveriam ter mais atenção nesta fase das nossas vidas - o nosso corpo é que leva com os efeitos hormonais e afins, é certo, mas um filho é um projecto de ambos, é algo desejado pelos dois, e as tarefas diárias, quer envolvam ou não o bebé, continuarão a ser partilhadas. Mais miminhos e atenção para os futuros papás, eles merecem.

bored.jpg28 semanas, o meu sangue é RH -, o do namoradinho é positivo, logo, altura certa para levar vacina imunoblobulina Anti-D, para prevenir problemas com a baby e futuros fetos.

Vacina calendarizada para as 13h no centro de saúde. Pois está claro que fui atendida perto das 15h. Não percebo a falta de eficiência que grassa naquele centro de saúde, é perfeitamente natural ouvir pessoas a reclamar por tempo de espera, por consultas marcadas para não sei quantas horas antes. Parece que é prática corrente marcarem uma série de pessoas para a mesma hora. Óbvio que dá asneira. Enfim, vacina tomada, é o que importa :)

 

avo.jpgRobert de Niro, Zac Efron, comédia. Este filme prometia umas horinhas de descontração e sorrisos. Não sei se estarei muito exigente, mas os filmes de Hollywood não andam nada surpreendentes, são só mais do mesmo. Não me interpretem mal, não foi um mau filme, só não trouxe nada de novo - um avô que faz uma série de tontices logo após a morte da mulher, adopta um comportamento que o seu neto muito certinho condena desde início, mas tudo para que este possa ser feliz e fazer as alterações necessárias à sua vida para isso. Filme com uma mensagem - segue o teu coração, não tenhas um emprego/relação por alguém que te é próximo acha que é o teu caminho - só tu sabes qual é, o que te faz feliz. IMDB, dei nota de 6 em 10.

 

Para mim são quase a mesma coisa, mas não quero ofender quem crê nos signos e ascendências e etc.

Comecemos pelos mitos - parece que a minha barriga é de menino e não de menina. É uma admiração - como vou eu ter uma menina, se a barriga não cresce para os lados?? (eu acho que cresce para todos os lados, mas pronto..) E a cara? Se for menina, a cara da mamã tem que ficar estragada, cheia de acne! Pois, novamente, não, lamento. Mas nas ecografias os médicos asseguram que é uma menina..

E quando nasce a bebé? Em Julho? Ohhhh, então vai ser caranguejo, vai ser uma óptima menina!! 1º o que é uma óptima menina? porta-se bem? não faz birras? tem personalidade forte? é mais para o choramingas? tenho muitas dúvidas quanto a este conceito de boa menina. Ainda por cima associado ao facto de ser caranguejo. Eu e uma série de amigos somos sagitários, somos todos óptimos meninos, mas com personalidades vincadamente diferentes. Hum, é melhor ignorar este assunto. Massss, se nascer no final de Julho, como previsto, afinal ainda pode ser Leão!! Epá, aqui é que é mais complicado, parece que os leões têm personalidades assim mais para o fortes, irreverentes. Se calhar é melhor não pensarmos mais nisto.

Vamos então falar de outro mito, e aqui cai meio mundo em cima de mim - as luas!! Então não é que as crianças nascem quando muda a lua? Pois, sim.

papinhas.jpg

 Continuamos sem fazer nada de extraordinário. Na realidade, à tarde dá muita preguiça e fazer coisas complicadas não apetece :) Um lombinho no tacho, à moda da mamã, com alhinhos e coentros, um lombinho no forno recheado com alho francês e chouriço, e uma panqueca com chocolate, o miminho de fim-de-semana para o namorado.

É a minha luta constante e sinto-me sucessivamente a perder contra mim própria. Como ser uma pessoa melhor? Como ter mais calma, mais paciência perante determinadas situações? Pode parecer um cliché, mas a vida passa a correr e não devemos aborrecer-nos com picuinhices tontas. Se tenho noção disto, porque não consigo eu dar o passo seguinte? Porque hei-de estragar um dia ou dois a pensar, a remoer determinada situação, quando não há nada para pensar? Não controlamos o mundo, não controlamos o que os outros dizem ou pensam. Há que aprender a lidar com situações imprevistas, com comentários menos bom (ou que nós consideramos menos bons!), há que ter calma, aprender a respirar fundo, e seguir. Simplesmente seguir e continuar a amar quem nos rodeia, quem não percebe que com uma acção ou palavra nos magoa. Porque a verdade é essa - se as pessoas soubessem que nos fazem sofrer com determinada palavra ou acção, muito provavelmente a sua conduta mudaria. Aprender a ser feliz, aprender a ser mais paciente. Que caminho difícil este (perante dificuldades reais, doenças terríveis e destinos crueis, até parece mal escrever uma coisa destas, mas é a minha realidade, e se conseguir mudar-me aos poucos, isso far-me-á uma pessoa mais feliz).

fds.jpg

Fim-de-semana de sol. Passeio pelo parque da Serafina em Monsanto, que eu não conhecia. Parque agradável, cheio de festinhas de aniversário de crianças, com banquinhos simpáticos para se poder descansar e aproveitar o sol, a natureza, a companhia. Domingo incluiu uma ida a Belém para esticar um bocadinho as pernas. Zona turística por excelência, estava bastante concorrida, mas andou-se bastante bem. Andar junto ao rio tem outra beleza. Domingo terminou com jantar em casa da mãe do namoradinho, não fosse dia da Mãe :)

Semana 28. Entrada no terceiro trimestre. MEDO. Estamos grandes. A barriga está bastante crescida, eu sinto-me "crescida", mas estamos óptimas.  As dores de costas normalmente fazem-se sentir durante a noite, os dias têm sido muito bons! Queria que o tempo parasse agora, preparar tudo com calma, viver a tranquilidade destes dias sem grandes incómodos, sem sentir que o relógio não pára e a ansiedade aumenta. Maior receio? Que a princesa decida nascer antes do tempo. Medo do parto, só porque sou mariquinhas. Para já, os primeiros tempos ainda não me assustam, porque cada criança é uma criança, e referem que as primeiras semanas são uma loucura tal que não adiante pensar muito nisso. Semana 28. Baby ML, aguenta-te mais umas semaninhas por favor, e farás os papás muito felizes!

 

Pág. 4/4