Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

20 meses de bebé boa, como é possível? E está tão, mas tão fofa. Fora acordar religiosamente às seis da manhã, é a bebé mais querida e amorosa do mundo (do meu, pelo menos).

Resumo deste mês:

Soninhos - pois. 9h de sono noturno e 2h de sesta. Mais coisa menos coisa. Continua a ir para a cama por volta das 20h30 (há dias em que está tão cansada que a deitamos uns 15/20 minutos mais cedo; outros há em que a deixamos, na loucura, connosco até às 21h). Ela dá sinais claros de sono. O mais claro de todos é aproveitar todos os instantes para deitar o lombinho - no chão, no sofá, onde calhar. Quando já passou o limite, fica um bocadinho histérica, a correr pela casa toda trôpega, a fazer asneiras. Tem acordado demasiado cedo, pontualmente às 6h (ontem eram 5h50). Damos-lhe leitinho e tentamos que adormeça novamente, desta vez no meio dos papás. Hoje correu bem, adormeceu mais uma horinha, mas já não o fazia há uma semana. A sesta pós almoço costuma ser de duas horas. Na creche vai para a caminha por volta das 12h/12h30, em casa costumamos deitá-la perto das 13h. Os papás acalentam a esperança que a bebé faça umas noites de 12h algures no tempo.

Comida - depois do alerta da pediatra, que referiu quinhentas vezes que a bebé está obesa, as comidas que lhe oferecemos estão praticamente na mesma, com a eliminação de bolachas e a diminuição do leite matinal. Bebe 270 ml de leite às 6h, come qualquer coisa antes de ir para a escolinha, pelas 8h30 (hoje foi um iogurte, pelo que a diminuição do leite, erm, pois; ontem foram panquecas caseiras). Almoça na escola, sopa, prato com peixe/carne, hidratos e legumes, lancha iogurte + pão ou papa, jantar semelhante ao almoço. Ao final do dia, muitas vezes está tão cansada que só come sopa. Voltámos em força às mini panquecas caseiras, que leva agora para a escola (a auxiliar confessou dar bolachas todos os dias ao final da tarde, agora dá panquecas). Continuamos a fazer papas caseiras ao fim-de-semana. Come lindamente sopa e as refeições continuam à base de cozidos e grelhados com pouco sal. Adora hamburgueres e bife grelhado, quinoa com vitela. Come bastante bem peixe/carne/massa/arroz, legumes em pouca quantidade e preferencialmente na sopa, Se estiver distraída come tudo (a avó põe a pequena a ver vídeos quando lhe dá a comida, e vai tudo, mesmo legumes). Continua a não comer feijão/grão/ervilhas. Adora iogures. Adora pacotes de fruta. Adora leite meio-gordo. Bolachas de arroz continuam a ser um must. Yey.

Fala - imita tudo, replica tudo o que proferimos. Atrapalha-se nas frases curtas, mas tenta sempre. Frases compridas, ainda não. É tão engraçado vê-la a tentar dizer tudo. Tenho um problema - a velinha, o pezinho, o lalalainho. Tenho que melhorar isto, porque a miúda repete mesmo tudo, o que pode gerar alguma confusão com conceitos. Não é bolinha, é bola. Não é pezinho, é pé. Continua a não dizer sim (diz é). Agora, quando diz não e quer vincar o não, faz o gesto com o dedo (o que implica alguma destreza e eu acho simplesmente amoroso - impossível não sorrir quando ela faz isso, o que, lá está, quando eu digo sim e ela não, eu sorrio.. ok ok, coisas a trabalhar). Ontem disse brinquedo pela primeira vez - seguramente aprendeu na creche. Está gira que se farta, já referi isso?

Andar - anda, corre, não pula. Ainda falta essa parte. Está a trabalhar a questão de subir e descer degraus (quando voltamos da creche para casa, passamos por uns prédios que têm umas escadas na entrada). Paramos quase sempre, pois pequena princesa lança-se do colo de sua mãe para o chão, porque quer subir as escadas. E depois descer. E subir novamente. Faz aviões (agarrada ao sofá, estica a perna para trás). Continua a dançar maravilhosamente, estilo mola. Também encolhe os ombros, para dar mais charme à dança.

Brincar - continua na mesma. Papás a sonhar com o brinquedo milagroso que a prenda mais do que 5 minutos. Não são bonecas, vulgo nenucos. Não são legos. Não são livros nem brinquedos musicais. Adora brincar na cama dela, fazemos uma espécie de tendinha (colocamos uma manta presa nas grades em metade da cama..) e ela faz cucu e deita-se e levanta-se e pede peluches. Não gosta de arrumar nada.

Higiene - OMG cortámos-lhe o cabelo! Até me faltou a respiração quando vi um pedaço gigante de cabelo a cair.. O cabelo estava grande, mas era tão bonito. (temos tempo para estas mariquices, eu sei, mas era mesmo fofinho - continua muito fofinha e com ondinhas, mas não é a mesma coisa). Banho, mixed feelings, é sempre um filme para entrar na água, novo filme para sair. Lavar o cabelo, drama. Lavar os dentes, felizmente tudo bem. Vestir, tem dias. Há dias em que deixa vestir lindamente, outros há em que faz birra para tudo.

Creche - tem sido chatinho deixá-la na escola. Não chora, mas cola-se a mim que nem uma lapinha e nunca quer ir ao colo de nenhuma educadora/auxiliar. Por vezes vem uma menina mais crescida buscá-la e leva-a pela mão, o que ela aceita bem. Parece-me que de resto tem tudo corrido bem. A alimentação na creche não é das melhores, mas não há locais perfeitos.

Socialização - não adora multidões. Fala bem com quem não lhe liga nenhum. Vai reagindo cada vez melhor a pessoas estranhas, mas com muita cautela. Se alguém se aproxima para lhe dar um beijo, está tudo tramado. Temos que gerir estas aproximações sempre com muita calma. Não gosta de partilhar os brinquedos com os bebés que frequentam a nossa casa. É uma pequena luta. É envergonhada, adora o tio, é a nossa princesa. Faz da mãe o que quer, o pai impõe limites (por vezes "ferve" demasiado rápido, mas pronto, a mãe compensa).

 É um amor. Uma família linda. A minha família. Pena os avós estarem tão longe.