Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Life in Pink

Life in Pink

oceanario.jpg

Pequena princesa foi ao oceanário.

Andávamos a adiar este evento há umas semanas, até que no fim-de-semana passado nos decidimos. Domingo lá iríamos nós ao oceanário, onde contávamos que pequena princesa se divertisse bastante (adora aquários pequenos).

6h45 da manhã, pequena princesa acorda e só quer brincadeira. Muito bem. 10h abre a porta do oceanário e pequena princesa já tem umas horas do dia em cima. Posto isto, por volta das 11h, e no meio da escuridão, começa a pedir para ir para casa :) Parece-me que gostou da experiência, mas para ela, em vez de andarmos umas duas horas lá dentro, uns 10/15 minutinhos a ver peixinhos teria chegado. Portou-se lindamente, mas começou a querer colo, a querer chucha, a querer sair. Um pacotinho de sumo de fruta e umas tostas depois, lá chegámos ao final da visita, demos uma volta de carrinho pela zona e puff, fez-se a sesta.

Daqui a um ano ou dois repetimos a visita e certamente já será mais apreciada!

IMG_20180731_150252.jpg

 A princesa fez dois aninhos! Dois aninhos do amor mais puro, das mãozinhas mais fofas, do melhor sorriso do mundo. Dois aninhos de nós.

Pequena princesa não é conhecida pela sua simpatia para com multidões. Temíamos a festa de aniversário, temíamos a reacção da princesa perante casa cheia. Temor em vão. Pequena princesa esteve como peixe na água. Literalmente e figurativamente :) Esteve tão bem durante todo o dia, mesmo com o rodopio de tantos amigos e família em casa. Esteve tão feliz, sempre de sorriso nos lábios, andou lindamente na piscina, algo a que não está de todo habituada (problemas de pele e otites levaram a proibição de prática de natação nos primeiros dois anos de vida). Foi um dia feliz. Foi um dia muito feliz, que espero se repita por tantos e tantos anos.

Pequena princesa está uma crescida, super interativa, fala imenso, imita tudo, é sensível, não pode ouvir ninguém a ralhar franze logo o sobrolho. Como qualquer criança, tem energia para dar e vender. Salta, e salta, e salta, roda e roda, como ela diz e faz.

Nesta fase, o desenvolvimento verifica-se sobretudo a nível da fala e interação com os outros. Evolui de dia para dia. É o máximo a dizer que o papá vai "pagaiar" e ela vai para a escola. A bisa faz cucu tatá. Qué gurtu (iogurte). Qué leitinho com cereais. Qué xumo (pacotinhos de fruta). And so on and so forth. Faz frases estruturadas. Repete. Canta, dança. Vamos ao parque quase todos os dias. Soninhos e alimentação mantém-se. Soninhos chatos, acorda uma vez por volta das seis, com sorte volta a dormir. Raramente vai além das 7h20/30. Muito raramente. Vai para a cama por volta das 20h30/21h.

Está tão querida, faz festinhas, brinca com crianças mais novas, mais velhas, é muito ternurenta. É um amor.

Ainda não está muito virada para o desfralde, mas começa a pedir para usar cuecas.

Um amor. O meu amor.

E sangras durante uns 5 minutos.. Pequena princesa tem um sono muito chato. Pequena princesa tem acordado por volta das 5/6h e nós levamo-la para a nossa cama, com um biberão de leite, e esperamos que adormeça no conforto da cama dos papás e que descansemos todos mais um pouco. Por vezes resulta. Outras não. Quando não resulta, pequena princesa mexe-se que se farta, tenta sair da cama, salta, roda, aquelas coisas de criança. Há uns dias decidiu lançar a cabeça para trás a grande velocidade. Resultado? Abriu o lábio à mãe, que ficou do dobro do tamanho e com um belo de um corte. Pequena princesa achou que a mãe precisava de dieta forçada e toma lá que assim nem água consegues pôr na boca. Pois que foi isto :) Três dias depois, ainda tenho o lábio inchado, mas a ferida está a sarar e já como normalmente. Não um pão estaladiço ou comida salgado, com molhos ou avinagrada, mas a dieta já passou.

Princesa linda do meu coração, não tenho escrito nada, porque além do tempo ser pouco, não sei por onde começar. O teu desenvolvimento é tanto, em tão curto espaço de tempo, és tão maravilhosa, fofinha, mimocas, tens gestos que me enchem o coração e pura e simplesmente faltam-me as palavras para fazer jus ao quão importante és para mim e quão maravilhada ando com esta fase.

Falas imenso, tentas articular tudo na tua cabecinha, repetes frases ou palavras até te fazer sentido, corres, adoras brincar com as tuas amiguinhas, és um pouco fiteirinha - escolhes um sítio no chão, atiras-te e pedes à amiguinha que te levante :p Gostas de atenção. Gostas de mimo, de companhia, de bolas de sabão, de ir ao parque (todos os dias, se possível, várias vezes por dia), de piscina (praia a ideia entusiasma-te, mas a areia é uma chatice,a água é fria.. enfim, é boa para dormir a sesta). Adoras o titio de paixão, é ver o sorriso no teu rosto assim que o vês. És a minha princesa. O meu grande amor. Tens crescido tanto, que não sei por onde começar. Não sei a que dar primazia. Para a semana fazes dois aninhos e espero que gostes da tua festa. Espero que seja um dia divertido para ti, apesar da multidão - não gostas de multidões, não dás confiança facilmente.

A quantidade de informação que o cérebro de uma criança retém é impressionante. Mesmo impressionante. É extraordinário como absorvem tanta coisa em tão pouco tempo. Posto isto, e o amoroso que é a pequena esticar o braço para nós, quando quer alguma coisa, e dizer - toma, toma (quando na realidade o que quer dizer é dá-me).

Está na fase em que o plural de cão é cãos, o feminino e o masculino são aplicados por vezes de forma errónea (o livro é tua, por exemplo). É tãoo giro! Sabe os nomes de toda a família, sabe a primeira letra do nome das pessoas mais próximas, conhece os números, é super perspicaz (não, não é por ser minha filha - as crianças normalmente são-o).

Já disse que está gira que se farta?

nonô não gota deta popa. Pois que é isto.. depois de comer a tigela quase toda da sopa, a três colheres do fim, pequena princesa decide que não gosta da sopa. Verdade seja dita, depois da última de espinafres, esta de legumes não está lá grande coisa, não. Mas vamos lá ao que interessa - nonô não gosto desta sopa? Mamã gosto de ti, papá és o máximo, qualquer coisinha! Agora nonô não gosta desta sopa? Pequena princesa de sua mãe está muito fofa e fala que se farta.

IMG_20180611_090902.jpg

 

Pequena princesa está um amor! Quase quase a fazer dois aninhos. Dois aninhos de coração cheio.

Imagem de umas mini férias na praia. Em Junho. Com chuva e tudo. Pequeno caranguejo no ancinho.

Sono - continua muito chatinha. Sesta de duas/três horas, sem problema. Deitar para soninho da noite entre 20h30/21h, demora um pouco para adormecer (nada de novo aqui), mas continua a acordar cedo. Muitas vezes antes das 7h. Não há necessidade. Outros dias há em que fica na cama até às 7h e pouco, mas atenção, o sono não é direto, acorda lá para as 5h/6h a pedir leite.

Comida - tem dias. Hás dias em que come maravilhosamente bem, outros há em que não está para aí virada e só pede porcarias. Tem azar e não come mais nada - não podemos vacilar, faz parte de educar :p (já chegou a vir comer sopa depois de estar deitada durante um bocado, porque percebeu que se calhar era melhor comer qualquer coisa). De madrugada bebe leitinho (cerca de 200 ml), quando se levanta come mais qualquer coisa - iogurte, cereais, panqueca. Almoço e jantar - sopa, prato e fruta. Ao jantar, a maioria das vezes é sopa e fruta, a menos que lhe apresente ovo ou esparguete. Aí come como se não houvesse amanhã. Está muito esquisita com frutas. Antes comia lindamente pêssego, ameixa, laranja, abacaxi, agora não toca em nada disso. Maçã, pêra, banana e manga são as frutas de eleição. Passámos a usar leite especial crescimento da mimosa e deixámos o aptamil.

Fala - está gira gira gira, imita tudo, fala cada vez melhor, gosta de distinguir menino, menina, grande, pequeno, é um amor. Vai construindo umas frases pequeninas e fala imenso.

Brincar - continua a não haver nenhum brinquedo que a prenda por muito tempo. Distrai-se um minuto ou dois a vestir um boneco, a pôr os peluches a ler livros, a riscar qualquer coisa, mas não passa disso. Acompanhada brinca mais, gosta de ver livros, de fazer cucus, de se esconder e dizer que não está cá. Partilhar ainda não entra no dicionário dela.

Higiene - gosta de lavar os dentes (vulgo comer a pasta), banho tem dias. Ultimamente tem sido de chuveiro, pois não quer entrar na água. Pele atópica também está a dar o ar de sua graça e a pequenina anda cheia de eczemas, o que causa desconforto. A água não ajuda. Continua com dificuldade em fazer cocó, e a pediatra querida recomendou um produto que tem ajudado. Ontem foram quatro cocós, quatro. Para quem passa normalmente três dias sem fazer nada, foi wowwww.

Creche - passou a fase terrífica! Já não chora para ficar. Não fica com o maior sorriso do mundo, mas já vai lindamente para o colo de quem tiver disponível para a receber, é um descanso para o coração de uma mãe :)

Socialização - fala lindamente com outras crianças, brinca com elas, não partilha nada, vai falando com adultos, mas sem grandes confianças.

Por mais que escreva, nunca vou conseguir descrever o quão fofa ela está, o quão boa é esta fase de descoberta, de interacção, de amor. É mesmo muito bom.

 

nono.png

 

Pequena princesa está óptima, linda e maravilhosa. Começa a fazer frases, fala imenso, muitas vezes aquela língua muito difícil de decifrar, mas é só maravilhoso :) Além de falar tudo e mais alguma coisa, está uma pequena ninja. Estão a ver o berço? A cama de viagem? Pois é, estica a perna toda e já começa a querer saltar cá para fora. Em breve teremos que retirar uma parte lateral do berço. Lembro que o sono de pequena princesa sempre foi o calcanhar de aquiles da nossa relação. Medo pessoas, muito medinho!

Voltemos ao fofa que ela está - recebeu uns livrinhos novos da avó, da coleção Nonô. O livro da imagem tem uma página, somente uma, em que a pequena nonô chora porque perde o peluche. E os beijinhos que a nonô que chora já levou, porque está a chorar? Pequena princesa demasiado empática com a personagem. Aliás, já nem perde tempo a ver a história toda, procura logo a página da nonô chorosa, para nos dizer que a pequena está a chorar e para lhe dar um beijinho.

Já vos disse que a minha filha é um amor? Mesmo mesmo fofinha?

love.jpg

 10 anos de nós mereceu um fim-de-semana a 3. Tempo só para nós e a princesa, tempo que dedicámos exclusivamente à família que construímos. Hotel reservado e aí fomos nós. Primeira manhã na piscina interior (óptima) constituiu um drama para pequena princesa. Diz que gosta de saltar em poças e encharcar-se toda, já enfiar-se numa piscina foi uma batalha (perdida na primeira manhã, ganha na segunda, a custo). Hotel muito simpático, a pouco mais de uma hora de Lisboa, visita a mosteiros, praias, almoços e jantares fora, pequeno-almoço de Hotel (somos um pouco fanáticos neste ponto, adoramos mesmo - pequena princesa comeu iogurte e corn flakes, ainda não percebe o potencial da coisa), mimo e mais mimo.

10 anos que começaram com uma paixão desenfreada, a nossa história de conto de princesas. Durante anos, e reafirmo - anos - não discutimos (hoje pergunto-me como!). Continuamos a não discutir muito, mas com a idade (tenho que culpar alguma coisa), refilamos bastante. O facto de termos posições diferentes em relação à educação da pipoca não ajuda - mãe coração de manteiga, pai tem que impor alguma autoridade. O que nos uniu, aquela paixão que tantas borboletas nos criou na barriga, deu lugar a um amor maravilhoso. A respeito. A carinho. Preocupação. Orgulho. A querer construir um caminho juntos, sempre de mãos dadas. A uma princesa! Defeitos e feitios à parte, o que nos une é enorme. Porque é isso que é o amor. Um carinho imenso pela pessoa que escolhemos para caminhar connosco. O seu sorriso. A sua palavra amiga. O seu apoio, sempre. O querer mimar.

10 anos de nós passaram. A caminho dos próximos 10, seguimos.

Último fim-de-semana de Maio. Reservamos Hotel, vamos passar fim-de-semana fora. São Pedro boicota-nos o fim-de-semana. Diz que chove. Hoje, amanhã, depois. Pessoa que vai de fim-de-semana já abriu hoje o IPMA para lá de 500 vezes. São Pedro continua a achar que nos deve submeter a provação de sol. Pois que é isto.