Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

Dizem que tens personalidade - parece que actualmente ser rezinguinha, reagir com desconfiança perante estranhos e ser super observadora é ter personalidade :) A mim parece-me algo comum a todos os bebés, uns em maior grau, outros menor.

Com muita ou pouca personalidade, és a maior. Óbvio que porque és minha, em primeiro lugar. Em segundo (ou por qualquer outra ordem, que é aleatória), essas bochechas!! Ninguém resiste. Terceiro, és uma espertinha. Percebeste que a mamã tem coração de manteiga e não te deixa a chorar quando vais fazer a sesta. Pois bem, o que fazes tu? Para começar mandas fora a chucha e começas a chorar. Mal entro no quarto, o maior sorriso do mundo. Chucha posta, beijinho dado, lá saio eu e que fazes tu? Lá vai a chucha fora outra vez. Por vezes ficas depois de umas quantas vezes, outras requeres a minha presença e lá me deito eu junto a ti. Por vezes adormeces. Outras, que fazes tu? Olhas para mim e começas a sorrir com o olhar (com a boca também, mas a chucha disfarça). Aí, eu fecho os olhos e finjo que durmo, mas tu não desarmas logo, voltas-te imensas vezes para mim para ver se os olhinhos estão abertos, até que te cansas e adormeces. Em quarto, o teu sorriso. O sorriso de boca cheia, não é aquele meio sorrisinho que vais fazendo. É maravilhoso. E as gargalhadas? Felizmente agora são diárias e são o máximo! Já não temos que transpirar para as sacar, bastam uns beijinhos e apertos na barriguinha, a coisa faz-se.

Ninguém é perfeito e por isso poderias melhorar umas coisitas. A rezinguice a quase todas as horas era escusada bebé, e entreteres-te mais de dois ou três minutos com qualquer actividade também era bastante bom.

És a melhor, a maior. Para os papás serás sempre a princesa mais fofa do universo (o rótulo de mais simpática pode ser que daqui a uns anos se possa aplicar :p).