Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

Fazem várias vezes comentários sobre a "personalidade forte" da minha filha. Tem bastante personalidade ou é geniosa é algo que se tornou uma constante ouvir. Ora, como em tudo na vida, devemos selecionar aquilo a que damos valor dar atenção e o que descartamos. A princesa tem personalidade, é um facto, mas todas as pessoas a têm. Se acho que as atitudes dela hoje são uma representação do que será no futuro, aí já não concordo. Pode acontecer, é verdade, mas também pode não ter grande relação. Faz birrinhas amorosas (acho amoroso ela não me ligar nenhuma quando a vou deixar/levar à creche, para mostrar que tem algo a dizer sobre o assunto), é desconfiada (como quase todas as crianças com estranhos), sacar-lhe um sorriso dá uma grande trabalheira (para mim e para o papá não tanto, mas tudo o resto pena para ver a bebé a mostrar o sorriso maravilhoso que a caracteriza - esta tirada agora não foi nada à mãe mega orgulhosa da sua cria). É isto uma criança geniosa? Para mim, isto são os primeiros meses de um bebé neste mundo, é uma daptação constante à novidade, à separação da mamã, ao contacto com outros bebés e adultos. Acredito que há traços de personalidade que nascem com a criança, mas muito se pode moldar nos primeiros anos. Os primeiros meses são desafiantes para todos, papás e bebés. Gosto que a princesa se destaque no meio das outras crianças, que reivindique a atenção a que tem direito. Se isto for uma personalidade forte, força bebé, a mamã está contigo!