Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

Depois de uma folga na sexta-feira para ficar com os avós e um fim-de-semana cheio de atividades, o regresso à creche não correu mal de todo (ficou a esticar os bracinhos para o avô, que ficou à porta, quando a avó a levou até à educadora). Quando a fui buscar, para não variar, desatou num pranto, que passou num instante assim que foi colocada ao meu colo. Dizem que se portou muito bem, andou agarrada aos catres e às prateleiras. Comeu bem. Brincou. Sestinhas é que só fez a da tarde, pois na salinha de um ano não há sono da manhã. Qual foi o resultado disto? Ás 19h30 estava impossível, tamanha a birra de sono (19h30 senhores!! tão cedo). O banho, secar cabelo, colocar fralda pós banho (com ela em pé, que não deu de outra forma - já disse que ela parece uma enguiazinha?) - foram tarefas herculeanas. Felizmente jantou bem, sem grande fita - peixinho guisado com legumes e batata, sopa e fruta. A princesa tem clara preferência para pratos de carne, o peixe às vezes tem que ir misturado na sopa. Após um final de tarde agitado, em que ainda tentámos brincar um bocadinho, foi para a cama. A pipoca, que anadava a dormir lindamente até às 7/7h30, fez questão de acordar, chorar, mandar a chucha fora a quase todas as horas da noite. Estamos na dúvida se sentiu falta dos pais no quarto ou se tem dores de dentinhos a nascer que a incomodam (esta mania de tentar justificar tudo..julgo que foi mesmo a companhia dos papás que se foi e ela sentiu, a próxima noite há-de ser melhor).