Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

Pediatra recomendou aos 9 meses a introdução gradual de segundo prato. Princesa ML, com dez meses e meio, manda a pediatra ir passear.

Pois então, como tem corrido? Após várias tentativas de dar alimentos em separado para a mãozinha da bebé, ou deixá-los em cima do tabuleiro para que lhes possa pegar, acontece sempre o mesmo. A bebé pega-lhes, faz o maior ar de asco possível e atira o pedaço de comida. Brócolo, batata doce, queijo, couve-flor, peixe, carne. Que blargh. A única coisa que pega com gosto é pão e bolachas. Quando a mamã vai trincar uma maçã, esta também lhe é roubada. Já quando lhe pomos a maçã à frente, a mesma acaba no chão. Hoje tentámos dar laranja. Pois claro que acabou no chão. E o maior ar de asco do mundo.

Como temos feito então? A sopa anda cheia de coisas, aliás, aquele prato de sopa é mais peixe/carne com legumes/massinhas num pouco de creme (leia-se sopa daquelas bem fortes). Tudo o que inserido na sopa marcha num instante. Se for para a mãozinha parece ter a pior textura de sempre.

Quanto ao pão e às bolachas, temos que partir tudo cuidadosamente, senão acabam pedaços gigantes enfiados na boca de pequena princesa. Porquê ir roendo, mastigando, quando se pode colocar tudo de uma vez? Isto realmente, os adultos fazem cada coisa mais estranha que vá-se lá perceber!