Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

Fim-de-semana grande, aproveitámos e fomos a casa dos avós para uns dias de suposto descanso. Regressámos ontem à tarde e o sono que tenho hoje é assustador. O descanso perdeu-se há muitos meses atrás e parece que está para durar :) A princesa ainda não dá umas noites muito pacíficas, lá chegaremos. Adiante, adorou o cão, os gatos, começou a bater palminhas, chorou com muita gente estranha, como é seu apanágio, mas também lhe passou rápido. Teve sempre muita atenção, como merece, e isso é o mais importante. Como tem a pele atópica e reage a tudo e mais alguma coisa (se estiver muito calor e estivermos na rua, começa a ficar com manchas..) estava com receio dos animais, por causa do pêlo, mas ainda assim lá nos apróximámos deles. Os gatos, que admiração, o cão (um labrador), que giro! E quando o cão ladrou? Eu pensei, oh não, vai desatar a chorar, porque se assustou, e não é que desatou a rir às gargalhadas? Muito bom. Comeu sempre bem, como também já é normal. Introduzimos uma série de coisas. Carne e peixe pouco passadas é que são uma chatice e demora uma eternidade a comer. Se a queremos entretida, é dar-lhe uma bolacha de bebé para a mão - come-a com uma destreza incrível, mas demora um bocadinho :) As bolachas são as da bledina, que aqui a mãe ainda não acertou na consistência das bolachinhas caseiras.

Já aceitou uma caminha fora de casa, adormeceu bem (erm.. mais ou menos vá), mas sempre com o relógio biológico programado para a alvorada

ás sete. É assim a vidinha :)