Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

A princesa fez ontem 16 meses e nós não poderíamos estar mais felizes. A miúda está gira que se farta e está tão boazinha. Dorme, come, brinca, é mega meiguinha. Está mesmo um amor. Ora vamos lá descrever sucintamente o seu desenvolvimento:

Soninho - vai para a cama por volta das 20h30 e acorda entre as 7h e as 8h (ao fim-de-semana há sempre um dia brindado com o doce acordar às sete. Diz que faz parte). Sestinha do dia, normalmente após o almoço, entre as 12/13h, e de três horas. Há dias em que se andarmos em passeio dorme menos, mas fica sempre bem disposta.

Comida - come, come, come, sem qualquer problema. Agora embirra com ervilhas, mas de resto come tudo. Leitinho de manhã, 330 ml. Almoço lá para as 12h, sopa, prato principal e frutinha. Lanche, papa (180ml de água com farinha e fruta - a farinha depende da inspiração da mãe) ou iogurte com fruta e panquecas/pão. Jantar igual ao almocinho. Come tão bem peixe como carne, não conseiguimos ainda perceber se terá comidinhas preferidas, uma vez que come tudo bem. Até aquela comida de doentinha, arroz com frango e uma águazinha mega deslavada ela come lindamente. Frutinhas, só não come frutos vermelhos e quiwi, porque nunca lhe dei a provar e vamos esperar até aos dois anos.

Andar - já anda muito bem, ainda não corre, lá a incentivo a dar uns pulinhos, mas ainda não domina essa arte.

Higiene - gosta do banho, mas tem uma resistência enorme a sentar-se na banheira, depois entretém-se, gosta de chapinhar tudo, e faz uma birrinha para sair.  Secar o cabelo, que está enorme, tem que ser feito com muita distração, pois não é a maior fã. Trocar fraldas, tem dias, que deitá-la é coisa para a aborrecer. Limpar a carinha e deixar que alguém lhe limpe o nariz, pois, lá está, tem dias. Há dias em que se faz tudo lindamente, outras há em que a cara é instantaneamente virada assim que uma mão com uma compressa se aproxima.

Falar - palra, mas nada muito perceptível, com excepção da maaa, do páaaa, da luz, e depois é tudo uma grande algaraviada. O mais normal é emitir um grunho e apontar para algo, de modo a que façamos o que a princesa quer (nos últimos tempos, acender velas e cantar os parabéns.. várias vezes de seguida).

Brincadeira - Continua a não ser a criança que se distrai mais tempo seguido com a mesma coisa, mas está claramente a melhorar. Encaixa umas pecinhas, lemos uns livros e identifica todos os objectos, quer abrir todas as gavetas e portas que encontra. A mãe decidiu voltar a usar brincos que não sejam altamente minimalistas e ela entretém-se um bocadinho com eles, até agora sem puxar - é mais admiração, toca-lhes e pronto, já está.

É mega meiguinha, vem ter connosco só para dar miminho, dá beijinhos, diz adeus a toda a gente. Já percebeu que consegue despachar as pessoas quando diz adeus, e se a mãe pára a falar com alguém e ela não está para aí virada começa a dizer adeus (do estilo, vá vai lá à tua vida para eu ir à minha, sim?). Continua a não adorar multidões, principalmente se lhe derem todos muita atenção e se tentarem meter com ela. Não adorar é um eufemismo, porque assim que se aproximam, desata a chorar. Não gosta de ouvir pessoas a rirem-se e se perceber que foi por algo que ela fez, em primeiro pára, fica estática e depois desata a chorar. Estamos a tentar perceber se isto será uma reacção normal ou se é algo mais.

Um amor, é a nossa princesa.