Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Life in Pink

Life in Pink

11 meses!! Hoje celebramos os 11 meses da pequenina mais fofa das nossas vidas. 11 meses de puro amor.

E como está a pequena? Um amor que quer andar, mas só agarrada. Agarra nas nossas mãozinhas e faz força para que andemos com ela por todo o lado. Aprendeu a abrir gavetas e portas de armários (perigo à solta) e óbvio que tem uma clara predileção por tomadas elétricas!

Bate palminhas, diz adeus, e estamos em processo de aprender a mandar beijinho. A pequena mão sapuda vai até à boca, mas o passo seguinte ainda não está bem implementado. Continua com os seus papapa, mamama, faz barulhos com a língua de um lado para o outro e começa a fazer uns sons diferentes.

Adora animais, parece-me que desenvolve imenso com eles. Parece uma adolescente apaixonada, toda ela são sorrisos, maneios de corpo e sons estranhos. Adora imitar o cão, diz ga (falta o to), quer andar atrás deles e fazer festinhas (que não são bem festinhas, está naquela fase em que a sensibilidade das mãozinhas roça o zero e é tudo à bruta).

E então a comidinha? Pois que é bastante esquisita com texturas. Só aceita sopa. Pode ter tudo e mais alguma coisa, mas tem que estar em versão sopa. Fruta come tudo lindamente, introduzimos recentemente o pêssego e as cerejas e é tudo maravilhoso. Continua a adorar pão, mas temos que lhe dar pouca quantidade, porque tenta enfiar tudo na boca de uma só vez, vá-se lá perceber.

As sestas continuam anárquicas, tanto dorme 40 minutos como 2h30. Deita-se por volta das 20h30/21h e entre as 6h30/7h30 dá-se a alvorada (adoramos seguir o velho ditado - deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer - mas na realidade sentimo-nos cansados como nunca antes havíamos experienciado). Adormecer sem ser na cama continua muito difícil, mas esporadicamente lá vai acontecendo. Quando dá claros sinais de sono e não a colocamnos logo para dormir, sai asneira - fica elétrica - às vezes dá para a birra, outras dá para a gargalhada. Preferimos claramente a parvoíce do sono em modo riso.

Atira as coisas para o chão à espera que as apanhemos. Faz asneiras e depois diz ahhhhh. Não sei como vos explicar melhor, está um amor, gira que se farta :)